(31) 3526-8899 | WhatsApp (31) 9 9660-1158 contato@legalspace.com.br

Coworking e teletrabalho

Coworking e teletrabalho

Segundo a revista Exame, nos Estados Unidos, 40% dos trabalhadores usam a opção do home office.

Uma pesquisa recente mostra que no Brasil 26% das grandes empresas oferecem a possibilidade de trabalho remoto como parte da jornada.

Um ano antes eram 22%.

Estudos apontam diversos benefícios desse modelo. Um levantamento do instituto americano Gallup mostra que os funcionários que adotam parcialmente o home office dedicam mais horas ao trabalho — 4  horas semanais a mais do que quem cumpre jornada no escritório — e relatam índices maiores de engajamento e satisfação.

O número de empresas que optam por colocar seus funcionários em regime de teletrabalho com jornada total ou parcial vem aumentando cada dia mais e, para que o funcionário consiga optar pelo trabalho remoto, é necessário entender como o teletrabalho funciona.

 

O que é e como funciona o teletrabalho?

Teletrabalho é uma forma de trabalho que é feita de forma remota e tem como facilitador as ferramentas  de comunicação que facilitam o contato entre empregador e trabalhador.

Jack Niles, o percursor do teletrabalho elaborou um teste que mostra a necessidade da empresa optar por esse tipo de regime. As empresas precisam responder a essas perguntas:

  • Quanto tempo os colaboradores demoram no percurso entre casa e trabalho?
  • Os funcionários faltam muito ou saem em horário de expediente para resolver problemas pessoais ou burocráticos?
  • Qual o tempo perdido no ambiente de trabalho com interrupções e reuniões em excesso?
  • Qual o custo do espaço onde os empregados estão alocados e quanto a empresa economizaria caso não precisasse arcar com o aluguel?
  • Qual a taxa de rotação de pessoal qualificado por causa da rigidez da empresa em relação às formas de trabalho e quanto a empresa gasta em contratações, rescisões e treinamento para novos funcionários?
  • A empresa não consegue ter uma equipe qualificada e que reside distante uns dos outros e da empresa?

Respondendo a esses questionamentos é possível notar as grandes vantagens do teletrabalho e a economia que trará para a empresa e seus colaboradores.

Como o teletrabalho funciona?

Para que a empresa mude o regime para o teletrabalho, é necessário que ela reconheça os funcionários que conseguem ou não adotar esse tipo de jornada, visto que muitos não se adaptam por não conseguirem gerenciar o tempo ou por se sentirem isolados, para esse tipo de colaborador vale também pensar em outras alternativas, como o coworking.

Os desafios do teletrabalho

Estima-se que hoje tenhamos mais de 12 milhões de brasileiros trabalhando atualmente no modelo home-office.

Em voga e angariando cada vez mais adeptos, o trabalho remoto possui seus desafios, que na verdade, acabam sendo estímulos que levam ao aperfeiçoamento constante deste modelo.

Um destes desafios é a socialização, afinal, em um primeiro momento, se atribui ao home office, uma espécie de “solidão”, de se trabalhar só.

No entanto, esta solidão e falta de interatividade pode ser revertida, usando as ferramentas tecnológicas disponíveis (um chat com os colegas de trabalho que estão distantes) e dividindo o espaço com outros profissionais com o coworking.

A falta de foco pode ser um problema, sobretudo quando se trabalha em casa, e está sujeito a interrupções. É preciso estabelecer com os outros membros da casa, um limite, com definição de regras e até mesmo horários. Isto irá facilitar a convivência e também, ajudará a manter o foco no trabalho.

É preciso também ter cuidado para não se sobrecarregar de trabalho, e leva-lo até para a cama. Isto é comum quando não se disciplina a quantidade de horas on-line.

Mais uma vez, investir no coworking é uma ótima solução, para que não se transponha limites e possa existir maior produtividade.

5 Dicas para empresas que tem membros da equipe trabalhando em coworking

A descentralização de equipes de trabalho gerou uma série de benefícios e possibilidades, tanto para as empresas quanto para seus funcionários e colaboradores.

O conceito de teletrabalho teve sua concepção entre as décadas de 70 e 80, graças a Jack Nilles, apontado como o “pai” do “Telework”, e ao economista e escritor Alvin Tofller, famoso pelas obras que abordam temas como revolução digital e a singularidade tecnológica.

Estes visionários, tempos atrás, vislumbravam um futuro cujas atividades de trabalho ocorreriam cada vez mais próximas às residências dos trabalhadores, graças aos adventos tecnológicos (a internet, smartphones, notebooks, etc.).

Tal previsão se confirmou e hoje temos no modelo de trabalho home-office, ou se preferir, teletrabalho, uma realidade cada vez mais presente.

Leia mais:  Reforma trabalhista e coworking: qual é a relação?

Com desafios próprios a se superar, mas sobretudo, aspectos positivos e muitos benefícios, o cenário dos trabalhadores remotos pode contar com uma ferramenta importante: o coworking.

Para quem possui membros da equipe atuando em coworking, seguem algumas dicas que certamente irão ajudar bastante:

#1 dica

Tenha empatia e se coloque no lugar dos colaboradores, isso trará mais união entre a empresa e a equipe de trabalho remoto.

#2 dica

Estabeleça reuniões sempre com uma pauta definida e sem improvisos, como o de ir de última hora, impulsivamente, até a mesa de alguém.

#3 dica

Inclua todos os membros da equipe, caso esteja fazendo uma reunião de videoconferência, pois todos devem participar.

#4 dica

Planeje sempre com antecedência os projetos, levando em conta que muitas vezes, nem todos poderão estar on-line ao mesmo tempo.

#5 dica

Marque horários para a socialização da sua equipe, desta forma, é possível se descontrair, arejar a mente e estimular um relacionamento saudável entre os membros da equipe.

O que é e como funciona o coworking?

O coworking é um espaço de trabalho compartilhado com diversas outras empresas ou empreendedores individuais. O ponto chave do coworking é a interação, pelo fato do espaço abrigar empresas e profissionais de diversas áreas é possível conversar e fazer networking com os mais variados seguimentos, ou seja, ampliando o leque de possibilidade de parcerias da sua empresa.

A ideia do coworking é o networking que é a interação entre pessoas de diferentes estilos e, nesse caso, empresas e seguimentos.

É fazer com que o empreendedor além de ter um ambiente pensado para as necessidades dele, tenha a possibilidade de interagir com outras pessoas e não mais trabalhar de forma isolada do convívio social.

Isso pode ajudar bastante a quem pretende mudar para o regime Home Office, mas não quer perder a interatividade com o mundo exterior.

Como é instalar uma empresa em coworking?

Para montar uma equipe em coworking é necessário identificar o perfil do funcionário que consegue trabalhar nessa modalidade. Há diversos tipos de profissionais que preferem o estilo mais tradicional da empresa, ou seja, com uma estação de trabalho fixa e com um roteiro de trabalho fixo e sem muitas alterações e para trabalhar em coworking é preciso ser dinâmico e adaptável à mudança.

Agora que você já sabe mais sobre teletrabalho como funciona separamos alguns pontos para se atentar se é válido mudar de um endereço fixo para um escritório de coworking:

Entender o espaço

Saber se o espaço para o qual você estará mudando comporta todos os funcionários fixos e os de meio período.

É necessário verificar se a sua empresa precisa de algum tipo de ferramenta ou equipamento específico para o trabalho, se o seu negócio consegue coexistir com outros seguimentos, por exemplo, se o seu modelo de negócio por alguma razão faz muito barulho, talvez não seja a melhor opção.

Serviços compartilhados

É normal a empresa de coworking oferecer serviços como linha telefônica, endereço fiscal, salas de reunião, entre outros. Será preciso verificar a necessidade da sua empresa em ter uma linha privativa ou uma atendente especialmente para o seu negócio, se no espaço haverá uma impressora ou máquina de tirar cópias, se a internet se adequa ao modelo que o seu negócio necessita, se será necessário a contratação de um suporte (TI) a parte ou já está incluso, como é a limpeza das áreas comuns, como cafeteria, etc.

Segurança do local

É preciso se atentar a localização do escritório de coworking para verificar se ele é de fácil acesso, se o bairro é relativamente seguro, afinal, você não quer comprometer o bem estar seu e de seus funcionários, correto? Outro ponto é se a empresa que disponibiliza o escritório possui regras de achados e perdidos, se possui sistema de segurança, controle de entrada e saída de visitantes, se há um local para guardar bolsas, mochilas e demais objetos e o tipo de regras que a empresa aplica no caso de desaparecimento de itens.

Como conciliar o coworking e teletrabalho?

O coworking é perfeito para teletrabalho.

Para o empregado que necessita de equipamentos como telefone, ótima internet e sala de reunião, o coworking é a melhor opção. Além disso, ele terá comodidade de trabalhar remotamente, ser perder contato com outras pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *