(31) 3526-8899 | WhatsApp (31) 9 9660-1158 contato@legalspace.com.br

4 formas que o ambiente colaborativo do coworking ajuda seu negócio

As inovações propostas pelo mercado atingem todas as esferas da sociedade, inclusive o próprio mercado.

No século XXI, onde a principal matéria prima para o sucesso reside nos recursos humanos.

Aproximar pessoas e criar estratégias colaborativas, a fim de ampliar não só a eficiência, mas também o networking, se tornou uma realidade, a partir do modelo de coworking.

Basicamente, o coworking caracteriza-se como um modelo de trabalho que propõe o compartilhamento de um espaço entre pessoas que trabalham em empresas distintas e também profissionais de áreas diversas que estão interessados em reduzir o custo, aumentar a eficiência e ampliar o leque do networking.

bottega

Na Florença do século 15, pintores, escultores, arquitetos, engenheiros e cientistas trabalharam juntos no “bottega” da Renascença.

Bottega significa oficina.

Bottega reuniu diferentes talentos para competir, colaborar, aprender e melhorar, na maioria das vezes com um professor mestre. Essas bottegas criaram ambientes que aumentaram o nível de discussão entre diversos grupos e ajudaram os indivíduos a transformar suas ideias em ações.

4 formas que o ambiente colaborativo do coworking ajuda seu negócio

Recrutamento

Se de um lado uma startup caracteriza-se como uma empresa recém-criada com base em tecnologia, por outro, é verdade também que assim como qualquer outra empresa, este modelo de negócio demanda de mão de obra com capacidades elevadas. Boa parte das statup’s, nesse sentido, acaba falindo ou se dissolvendo em pouco tempo por alocar pessoas que vão desenvolver processos com o qual nunca tiveram contato na vida.

O coworking, nesse caminho, é uma grande vantagem competitiva ao oferecer um escopo sem igual de possibilidade para seleção e recrutamento de pessoal para uma startup, principalmente por se tratar de um ambiente multifacetado permeado por indivíduos que pensam a frente do seu tempo.

Parcerias

Muitas vezes a maior dificuldade encontrada por quem quer empreender reside no tamanho e na “qualidade” do networking. Em um ambiente de coworking, sumariamente heterogêneo, composto de profissionais de várias áreas diferentes, existe uma grande oportunidade para se trocar não só experiências, mas também talentos. Muitas statup’s começam nesses ambientes quando profissionais liberais de áreas diversas se conhecem e resolvem unir suas diferentes habilidades a fim de cumprir com as demandas da tarefa de se criar uma startup.

Leia mais:  Coworking para arquitetos em Belo Horizonte

Considerando, que o modelo de negócio startup se dá de forma escalável em ambientes de incerteza, o modelo de coworking consegue atender em muitas pontas as demandas iniciáveis desse tipo de empreendimento, oferecendo em primeiro ponto uma alternativa a necessidade de se criar um escritório físico para cada empresa, além de oferecer um ambiente estimulante para que profissionais liberais e empresas juntem forças.

Conselhos

Todo ambiente colaborativo com características heterogêneas e dotado de muitos talentos e habilidades diversas consegue ser rico quanto a capacidade de gerar inovações. O ambiente de coworking oferece uma atmosfera para o compartilhamento de ideias, tornando-se um ambiente rico não só para quem empreende, mas para todos que querem adquirir uma vantagem competitiva no mercado emplacando inovações.

Sabe aquela frase: “se conselho fosse bom ele seria vendido….”, trata-se apenas de mito! O coworking oferece um eixo sem igual de “multiplicação dos conselhos úteis”, através de um turbilhão de troca de experiências de profissionais de áreas distintas. A chave do sucesso reside no campo das diferenças, não separadas, mas sim somadas, e é justamente este campo de possibilidade que o coworking oferece uma ferramenta para unir pessoas, liquidificar ideias e experiências e, através disso, produzir de forma mais inovadora e eficiente.

Aprovação

Assim como é difícil para uma startup recrutar bons membros, é complicado também estabelecer critérios e formas de se testar os projetos e propostas que estão sendo desenvolvidas. O coworking oferece nesse sentido uma possibilidade sem igual para que os cowokers, em uma atmosfera colaborativa, testem e aprovem os projetos entre si, o que não só reduz muito o custo operacional, mas maximiza de forma proporcional a eficiência nos processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *