(31) 3526-8899 | WhatsApp (31) 9 9660-1158 contato@legalspace.com.br

Os 10 principais desafios do deslocamento para o trabalho

Os 10 principais desafios do deslocamento para o trabalho

Para uma infinidade de pessoas que vive nas grandes cidades, o tempo médio de deslocamento é de 1h44min, o que significa mais de três horas por dia dentro de um carro.

Mas não é só a mobilidade urbana o maior problemas de trabalhadores.

Grande parte da população produtiva no Brasil sofre uma série de incômodos, físicos e mentais, resultantes de horas extras trabalhadas, ambiente de trabalho desmotivador, falta de entrosamento com chefia e colega, excesso de responsabilidades, entre outros que não caberiam nessas páginas.

Mas vamos falar de apenas 10 desafios que muitos brasileiros vivem todos os dias para sair de casa ir ao trabalho e depois fazer o caminho de volta.

Vejamos:

Estresse

Numa sociedade frenética, com muitas de decisões a tomar, agenda cheia de compromissos pessoais e profissionais, então, que sufoco. Excesso de trabalho, metas a ser atingidas, uma infinidade de horas extras, viagens a negócios. Não há quem resista. E é nessa loucura do dia a dia que o estresse se instala.

E todos sabem que uma doença ou um estado de estresse constante no trabalho priva o ser humana de uma boa convivência com a família, filhos, pessoas de modo geral.

Tempo perdido

Nosso tempo é valioso demais. Por isso, devemos aproveitá-lo ao máximo com as pessoas que amamos, com atividade de que gostamos.

É certo que o trabalho é importante, é o que também nos faz viver, progredir, criar.  Mas ter tempo só para o trabalho não traz benefícios a ninguém.

É fundamental mesclar lazer e trabalho. Como diz o trocadilho popular: “devemos trabalhar para viver e não viver para trabalhar!”

Atraso

Trânsito impraticável, demora do transporte urbano, problemas mecânicos com o carro e cansaço e estresse de noites mal dormidas resultam em atrasos, descontos em folhas de pagamentos.

Por mais que o trabalho saia mais cedo de casa, os atrasos são inevitáveis. E gerentes, diretores, e chefes não se interessam muito em saber a razão do atraso. A primeira coisa que vem à cabeça dos nossos superiores é a negligência. O que na maioria dos casos  é uma inverdade.

Os outros passageiros e motoristas

Urbanidade. Pode ser que muitas pessoas não saibam exatamente o que o termo significa, mas certamente todos são afetados por ele, principalmente os que vivem nos grandes centros urbanos.

Leia mais:  DUAS NOVAS TENDÊNCIAS QUE SE ENCONTRAM NO MERCADO DE TRABALHO

Lidando com o tempo

Problemas com deslocamentos, excesso de veículos, pedestres, congestionamentos deixam a cidade um verdadeiro caos. Como conseguir não se atrasar em compromissos ou horário de trabalho, diante de tantas dificuldades.  E o brasileiro vive essa anarquia todos os dias.

Custos

As passagens do transporte público estão altíssimas, o combustível não para de subir. Além disso, há ainda gastos com o mecânico, com a prestação do automóvel, com o taxi ou uber. Esses custos fazem com que o salário encolha. No entanto, o profissional não tem escolha.

Cansaço extra

O professor de psicologia alemão, Alfred Langley, diz que o cansaço constante é um grave problema da nossa época. Para o estudioso, as razões são a tensão constante no ambiente de trabalho. Sua orientação é para que a pessoa inserida nesse meio pare e pense, estruture sua rotina, sua vida profissional, levando em conta seu equilíbrio e felicidade.

Saúde debilitada

Para quem não conhece, existe uma doença típica dos dias atuais e que está relacionada ao estresse excessivo e crônico, provocado por sobrecarga ou excesso: trata-se da Síndrome de burnot, um esgotamento físico e mental que muitos profissionais sentem, em razão de uma vida profissional desgastante e sobrecarregada.

Solidão

São muitos os profissionais que concordam que a solidão no ambiente de trabalho é decorrente da tecnologia.

A prática cada vez maior de enviar e-mails ou mensagens instantâneas, ao contrário de conversar com os colegas, além de programas de comunicação como Slack e Trello, que oferecem plataformas de trabalho virtuais que, para muitos, é bom, porque não precisa falar com alguém cara a cara, aumenta com o sentimento de solidão de muitas pessoas.

Reduzir esses fatores é realmente um desafio de todos e deve ser levado muito a sério, por isso um número grande de profissionais já fez a sua escolha pelo home office e coworkings. As estatísticas apontam que é uma opção sábia e que só traz benefícios, tempo e saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Envie um Whatsapp